Blog da Syntesis

Ambiente de trabalho, saúde mental e bem-estar emocional

Vamos falar sobre saúde mental e emocional no ambiente de trabalho?

Você já parou para pensar em como está a sua saúde mental e emocional no ambiente de trabalho? Apesar das nossas rotinas corridas, e de às vezes parecer que estamos apenas no piloto automático, é importante parar e se questionar: como eu estou me sentindo? 

Falar é a melhor opção

Desde 2015, setembro é marcado pela campanha de conscientização e prevenção ao suicídio promovida pelo CVV (Centro de Valorização a Vida): o setembro amarelo. Apesar dos tabus que ainda existem, hoje se entende a importância de falar sobre saúde mental e o quanto isso tem gerado impactos positivos na vida das pessoas.

O tema tem ganhado cada vez mais espaço, e a sociedade passa a compreender o quanto aspectos psicológicos afetam no cotidiano da população em diferentes âmbitos. Quando não estamos bem internamente, isso tende a se refletir para no meio externo, afetando as nossas relações interpessoais e ações do cotidiano.

Como eu estou no trabalho? 

Dedicamos grande parte do nosso dia e de nossas rotinas a atividades do trabalho. Quando nossa saúde mental está saudável, conseguimos manter boas relações com nossos colegas e manter um alto desempenho. Do contrário, poderá haver impactos negativos nesses mesmos aspectos.

Busque o equilíbrio saudável

Para se falar sobre saúde mental, é preciso definir o que se entende como saúde. Geralmente, quando se pensa sobre o assunto, a saúde é vista em aspectos físicos e como ausência de doenças. Entretanto, vai muito além disso. Saúde precisa ser  entendida como uma relação de equilíbrio entre aspectos físicos, mentais e sociais. Além disso, esses três aspectos estão intimamente ligados, sendo mutuamente afetados. Dessa forma, a saúde mental é diretamente relacionada à aspectos físicos e sociais e vice-versa.

Por isso, é importante que tenhamos hábitos de vida saudáveis, desde a nossa alimentação, sono e hábitos diários, pois isso gera um impacto direto no nosso organismo e, consequentemente, em nossas atividades diárias. Se você se sente cansado e indisposto no seu trabalho, reveja seus hábitos, pois a falta de descanso ou de nutrientes podem afetar em suas funções cognitivas, como a memória, atenção e raciocínio, que são fundamentais para o nosso bom desempenho. 

Saúde mental, física e social

Da mesma forma, manter relações saudáveis e sustentáveis reforçam a necessidade de pertencimento e agrupamento inerente ao ser humano, fortalecendo laços e afetos. Qualquer relação é sempre uma via de mão dupla, sendo afetada por todos que estão envolvidos nela. Em equipes de trabalho, por exemplo, cada um dos integrantes afeta e é afetado pelos demais. Um espaço onde há uma boa convivência, baseada em respeito e colaboração de todas as partes, gera um ambiente saudável de convivência. 

A empatia também é um elemento importante nas relações de trabalho e promoção de saúde mental. Ao invés de desqualificar ou zombar de um colega que não está se sentindo bem, você pode ajudá-lo a superar um momento difícil. Manter relações empáticas nos permite identificar e reconhecer quando um colega não está bem e nos dá a possibilidade de oferecer suporte ou indicar quem possa auxiliá-lo.

Ademais, não podemos esquecer que as nossas vidas são compostas por diversos contextos e ambientes: a família, o trabalho, os amigos, os estudos, o lazer… É importante que haja um equilíbrio entre aspectos pessoais e profissionais, de lazer e de desenvolvimento. Se negligenciarmos uma dessas esferas, podemos prejudicar uma outra. Portanto, manter as diferentes áreas de nossas vidas saudáveis e bem investidas são fatores positivos na promoção de saúde mental e bem-estar. 

Estresse e ansiedade

Estresse e ansiedade são dois termos associados a reações negativas e indesejáveis. Mas já parou para pensar o motivo pelo qual o seu corpo gera essas reações? São respostas naturais do organismo frente à situações difíceis, nos indicando que precisamos nos preparar para enfrentá-las. Fazem parte de um mecanismo de proteção do seu corpo e tendem a cessar assim que você supera o evento.

No dia-a-dia de trabalho, somos constantemente desafiados por metas e objetivos que podem gerar algum nível de ansiedade. Para acabar com esse desconforto, é preciso agir, tomar decisões, buscar soluções e se autodesenvolver. Dessa forma, uma dificuldade inicial nos leva a evoluir e progredir.

Ou seja, em níveis normais, o estresse e a ansiedade não nos travam ou nos impedem de fazer algo importante. Pelo contrário, são saudáveis e nos impulsionam a enfrentar desafios, nos movimentam à favor de metas e objetivos e nos obrigam a sair da nossa zona de conforto para explorar o novo.

Reconhecimento e ação

É importante que saibamos monitorar aspectos da nossa saúde mental e emocional em nosso ambiente de trabalho – e em todos ambientes. O primeiro passo é o reconhecimento do seu estado atual e entender como você tem se sentido. Não é motivo de vergonha não estar se sentindo bem, mas é importante saber como agir diante da situação.

Não se pode esquecer de que nunca estamos sozinhos, há sempre uma rede de apoio de confiança para quem podemos recorrer, seja com a família, com os amigos ou com os serviços especializados (como a psicoterapia). 

Texto: Lucas Licht – Analista de Gestão de Pessoas da Syntesis

Deixe seu comentário